Prime Contabilidade

Camex: comitê reduz Imposto de Importação para manter abastecimento no Brasil

A Prime Contabilidade traz mais uma novidade benéfica aos contribuintes brasileiros, principalmente àqueles que comercializam ou consomem mercadorias estrangeiras. Com o objetivo de assegurar o poder de compra de empresas do país, no que diz respeito a produtos importados, o Comitê-Executivo de Gestão (Gecex), núcleo colegiado da Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia, reduziu, recentemente, as tarifas de importação de 23 itens.

De acordo com informações da própria Camex, as alterações do Imposto de Importação abrangem mercadorias listadas na Resolução nº 197 e que podem ser vistas neste link: https://cutt.ly/jnCh1K0.

A lista possui produtos como insumos agrícolas e químicos, equipamentos para geradores de energia, tintas para impressão, lentes de contato, entre outros. As mercadorias presentes na Resolução nº 197 tiveram reduções tarifárias do Imposto de Importação para 0% ou 2%.

A medida é válida por até 365 dias, ou seja, um ano, e visa garantir o abastecimento no país, bem como o poder de compra dos consumidores brasileiros – lembrando que, ainda, vivemos um momento complexo em relação à pandemia de coronavírus. O surto, além de afetar a saúde pública, também causou sérios danos à economia do Brasil.

Para termos uma ideia do impacto da Covid-19 nos hábitos das pessoas que vivem no país, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o consumo das famílias teve uma queda de 5,5% em 2020, sendo que os investimentos, no geral, recuaram 0,8%.

Conforme disseram especialistas, se não fossem o Auxílio Emergencial, os programas de crédito e as reduções tarifárias, como essa que mostramos neste texto, o recuo econômico brasileiro teria sido ainda pior.

Por isso, a desoneração proposta pela Camex é tão vital para o presente e, até mesmo, para o futuro da nossa nação. O abastecimento e o consumo são essenciais para que o ciclo da economia siga, minimamente, aquecido – gerando empregos e renda aos contribuintes do país.

Tags
Compartilhar