Estourei o Limite do MEI, e Agora? Veja o Passo a Passo do que Fazer Quando o MEI Ultrapassa o Faturamento Estabelecido

Estourei o Limite do MEI, e Agora? Veja o Passo a Passo do que Fazer Quando o MEI Ultrapassa o Faturamento Estabelecido

Estourei o Limite do MEI, e Agora? Veja o Passo a Passo do que Fazer Quando o MEI Ultrapassa o Faturamento Estabelecido

Olá, caros leitores do Blog de Notícias da Prime Contabilidade! Hoje vamos abordar um tema muito relevante para muitos microempreendedores individuais (MEIs): o que fazer quando o faturamento anual do MEI ultrapassa o limite estabelecido. Esse é um momento crucial para qualquer negócio em crescimento e requer atenção e cuidado. Acompanhe nosso guia passo a passo para entender o que fazer nessa situação.

Entendendo o Limite de Faturamento do MEI

Primeiramente, é importante lembrar que o limite de faturamento anual para o MEI é de R$ 81.000,00. Esse valor é proporcional aos meses em que a empresa esteve ativa no ano. Por exemplo, se você abriu sua empresa em julho, o limite de faturamento seria de R$ 40.500,00 (metade de R$ 81.000,00).

Passo a Passo para Regularizar sua Situação
  1. Identifique o Valor Excedido:
    • Se o faturamento ultrapassou o limite anual em até 20% (ou seja, até R$ 97.200,00), você continuará como MEI até o fim do ano-calendário e será obrigado a recolher a diferença do imposto sobre o valor excedente.
    • Se o faturamento ultrapassou em mais de 20%, você deverá migrar para o Simples Nacional ou outro regime tributário adequado.
  2. Declaração Anual do MEI (DASN-SIMEI):
    • Mesmo tendo ultrapassado o limite, você deve realizar a Declaração Anual do MEI, informando o faturamento bruto anual. Isso é obrigatório e deve ser feito até 31 de maio do ano seguinte ao exercício.
  3. Calcule o Valor do Imposto Devido:
    • Caso o excesso seja de até 20%, você pagará a diferença de ICMS ou ISS sobre o valor excedente.
    • Para valores acima de 20%, você deve recalcular o imposto considerando a tabela do Simples Nacional.
  4. Formalize a Transformação para Microempresa (ME):
    • Dirija-se à Junta Comercial para fazer a alteração de categoria empresarial de MEI para ME.
    • Atualize o seu CNPJ na Receita Federal, informando a mudança de regime.
  5. Regularize as Obrigações Fiscais:
    • No caso de migração para o Simples Nacional, você deve realizar a opção pelo Simples Nacional até o último dia útil de janeiro do ano-calendário seguinte ao do excesso de faturamento.
  6. Atualize os Dados na Prefeitura e Estado:
    • Não se esqueça de atualizar seus dados cadastrais na Prefeitura (para ISS) e na Secretaria da Fazenda Estadual (para ICMS), caso sua atividade exija.
Dicas Importantes
  • Planejamento é Fundamental: Monitorar constantemente o faturamento é essencial para evitar surpresas e se preparar com antecedência para a transição.
  • Consultoria Contábil: Contar com a ajuda de um contador pode facilitar muito o processo, garantindo que todas as obrigações sejam cumpridas corretamente.
  • Organização Financeira: Mantenha sempre uma boa organização financeira e controle rigoroso das receitas e despesas do seu negócio.
Conclusão

Ultrapassar o limite de faturamento do MEI é um sinal positivo de que o seu negócio está crescendo. No entanto, é crucial seguir os passos corretos para evitar problemas com o fisco e garantir que a transição para a nova categoria empresarial seja tranquila e eficiente. A Prime Contabilidade está à disposição para ajudar você em cada etapa desse processo, oferecendo suporte e orientação especializada.

Ficou com alguma dúvida ou precisa de ajuda? Entre em contato conosco e agende uma consulta. Estamos aqui para apoiar o seu sucesso!

Até a próxima!

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estamos prontos para tirar suas dúvidas. Pergunte o que quiser.