Prime Contabilidade

IR 2021: conheça as despesas que podem gerar aumento na restituição

Você, leitor do blog da Prime Contabilidade, provavelmente, já ouviu falar na restituição do Imposto de Renda (IR), certo? No entanto, se não sabe o que ela significa exatamente, vamos explicar neste post e mostrar quais despesas podem aumentar o valor dela neste ano.

Primeiro é importante destacar que só tem direito à restituição quem pagou mais impostos do que realmente devia em 2020, segundo o cruzamento de dados da Receita Federal do Brasil (RFB). Ou seja, este “valor pago indevidamente” retorna para o bolso do contribuinte meses depois da declaração ser entregue.

Também vale ressaltar que, principalmente no cenário difícil em que vivemos, o valor da restituição do IR pode auxiliar o contribuinte na composição da renda mensal e no pagamento de outras despesas, quando o dinheiro estiver disponível em sua conta bancária.

E em 2021, algumas contas pagas por brasileiros no ano passado podem gerar um aumento no valor da restituição do IR. É sobre isso que a Prime Contabilidade vai falar neste texto.

Quais são esses gastos?

De acordo com a Receita Federal, contribuintes que registraram gastos com saúde, educação, previdência privada, pensão alimentícia, instituições filantrópicas, entre outras áreas, podem ter uma restituição maior ou, caso tenham algo a pagar, o tributo será reduzido.

Educação: Quem gastou até R$ 3.561,50 com educação oficial, em 2020, terá direito à dedução na declaração. No caso de o contribuinte ter registrado um gasto com um dependente (filhos, pais, avós e cônjuge) no período, o valor limite para a dedução no IR é de R$ 2.275,08.

Saúde: Não há limites para obter descontos no IR, a partir de despesas do contribuinte e de seus dependentes com saúde. No entanto, tais gastos estão entre as principais razões que levam os brasileiros à malha fina. Então, é preciso ter muita atenção. De preferência, conte sempre com uma assessoria profissional para fazer a declaração.

Ainda dentro da área da saúde, pagamentos de exames para detectar o coronavírus estão entre as despesas dedutíveis, desde que haja um pedido médico e o recibo comprovando o valor do teste.

Forma de declaração

Quando as despesas são do próprio contribuinte, elas devem ser registradas, com seus respectivos códigos (o código de gastos com médicos é 10, por exemplo) na ficha “Pagamentos Efetuados”. As dos dependentes necessitam ser informadas na ficha de mesmo nome.

Então, você possui despesas dedutíveis que podem entrar na restituição ou gerar um desconto no IR? Para não cair na malha fina e receber a sua restituição o mais rápido possível, entre em contato com a Prime Contabilidade o quanto antes!